Friday, 24 de September de 2021

Produção de ouro da Aura Minerals supera expectativas e pode chegar a 295 mil onças

Aura Minerals tem balanço positivo no segundo trimestre de 2021 em produção de ouro

Aura Minerals supera obstáculos e tem ótimos resultados quanto a produção de ouro em 2021

Apesar de estarem enfrentando situações desagradáveis desde o início de 2021, final a Aura Minerals trouxe boas notícias para o setor da mineração. De acordo com as projeções, espera-se que a produção de ouro atinja a marca de 295 mil onças ainda no decorrer desse ano. a mineradora canadense trabalha com exploração de outros metais, no entanto, esse é um dos que possui maior importância no momento.

Afinal, com tantos desafios encontrados em cada uma das minas de exploração, a empresa estava esperando pelo prejuízo. Mas agora, é focar nos relatórios e na exploração, para que mais metas venham ser batidas e superadas, seja ainda em 2021 ou somente no ano seguinte.

Veja mais notícias:

Produção de ouro elevado pode ser uma melhora para a Aura Minerals?

Nem sempre uma empresa pode se manter tão positiva no mercado. Afinal, entre um obstáculo e outro, e as metas não sendo atingidas, outras mineradoras vão tomando o seu lugar. No entanto, não foi dessa vez que a Aura Minerals foi pelos ares. Com essa produção positiva desse metal tão nobre em suas minas, a esperança de atingir o topo voltou.

Logo após divulgar o Relatório de Discussão e Análise da Administração (MD&A), bem como, os relatórios do 2º trimestre de 2021, o CEO da empresa, Rodrigo Barbosa, fez a seguinte declaração. “Temos a satisfação de informar ao mercado que atualizamos nossa projeção de produção no limite superior de nossa projeção inicial. Esse é o resultado de uma produção consistente e estável por termos ativos de ouro e cobre, em diferentes jurisdições”.

A mineradora confia no potencial que suas minas possuem e no valor geológico de cada uma delas. Um dos principais objetivos agora, é preservar e expandir a vida útil de cada uma das minas, para que os negócios possam prosperar. Agora, os investimentos feitos ainda em 2021 serão um total de US$ 24 milhões a US$ 28 milhões. Em relação a produção de ouro, o valor total a ser obtido fica entre 264 e 295 mil onças. Onde as projeções que mais se destacaram foram em Aranzazu (101 a 112 mil onças) e EPP (67 a 74 mil onças).

Quais são as minas exploradas que renderam tanto ouro?

A mineradora possui projetos de exploração em 4 minas, sendo elas: Ernesto/Pau-a-Pique, San Andres, Gold Road e Aranzazu. Mas, de acordo com as projeções, a que apresentará uma melhor produção de ouro será a de Ernesto, localizada no Mato Grosso, tanto para o segundo semestre de 2021, quanto para o ano de 2022.

Já a mina de San Andres, localizada em Honduras, teve que interromper as suas operações no mês de julho. Dessa forma, quando o resultado anual for realizado, as chances de um impacto negativo devido a essa pausa são enormes. Assim como a San Andres, a mina Gold Road passou por diversos obstáculos desde o início de 2021. Seja pela alta frequência na rotatividade de seus funcionários, problemas no ramp up e de manutenção.

Com isso, os impactos gerados por essa mina podem ser bastante negativos no final do ano. Para tentar reverter a situação, a Aura Minerals investirá um pouco mais em pesquisas geológica, pois sabe o retorno financeiro positivo que essa mina lhe dará em um futuro próximo.

Enquanto isso, a Aranzazu, localizada no México, foi uma das que mais se deram bem ao longo do primeiro semestre de 2021. Ao ser implantadas melhorias em seu circuito de moagem e flotação, sua produtividade obteve um aumento, chegando a produzir, no decorrer do 2º trimestre, cerca de 100.000 toneladas em média por mês. E até o final do ano, espera-se que a produção de ouro na mina aumente ainda mais.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.