Friday, 24 de September de 2021

Horizonte Minerals, gigante da mineração e uma das principais produtoras de níquel do planeta, irá se instalar em Conceição do Araguaia, gerando de emprego e renda na região

Região de Carajás receberá mais um projeto importante de níquel desenvolvido por uma das maiores empresas no setor de mineração, a Horizonte Minerals

Região de Carajás receberá mais um projeto importante de níquel desenvolvido por uma das maiores empresas no setor de mineração, a Horizonte Minerals

A empresa de mineração conhecida mundialmente pela alta produção de níquel, possui diversos projetos no Brasil. Em uma reunião realizada nessa última sexta-feira, 10, foi anunciado que o estado do Pará, mais especificamente, o município de Conceição do Araguaia (região do Distrito Mineiro de Carajás), será beneficiada com mais uma instalação da companhia, para desenvolver projetos no sul do estado. A reunião foi realizada no Palácio dos Despachos, em Belém, onde contou com a participação do governador Helder Barbalho e representantes da Horizonte Minerals. Baixe o PDF do comunicado para mais detalhes.

Confira outras notícias:

A importância da exploração do níquel na mineração do Pará pela Horizonte Minerals

Esse não é o primeiro projeto a ser desenvolvido na região. No momento, dois projetos com objetivo de explorar o níquel da região estão em andamento. Dentre eles podemos citar o Projeto Araguaia, responsável pela produção de ferro-níquel, que serão utilizados pelas indústrias siderúrgicas. Quando uma empresa executa um novo projeto em determinada região, não é somente ela que sairá beneficiada.

Nesse caso, com a instalação da Horizonte Minerals, o setor de mineração local e nacional, serão movimentados. Além disso, a cidade terá um aumento na economia local, assim como, na geração de novas vagas de emprego no município e para regiões vizinhas. Considerada uma das maiores produtoras de níquel do mundo, consegue produzir anualmente, o equivalente a 50 mil toneladas desse metal.

O níquel é de suma importância para diversos setores, principalmente na fabricação de aço inoxidável e em baterias. Além disso, é considerado por muitos, como a esperança para o setor, quando esse passar por uma transição para utilizar somente energia limpa. Conforme Jair Martins, prefeito da cidade onde será instalada o novo projeto da Horizonte Minerals, “é muito importante esse apoio do governo do Estado para a geração de emprego e renda, e investimento na nossa região. Eu, como prefeito da cidade, estou muito feliz”.

Novo projeto irá beneficiar a população que reside na região do Distrito Mineiro de Carajás

Uma das regiões mais conhecidas e exploradas no setor de mineração, é Carajás. Portanto, com esse novo empreendimento, as expectativas é que o governo local consiga novas parcerias e assim, o setor de mineração e a região consigam prosperar. Afinal, trata-se de um produto essencial, que pode ser usufruído por vários setores.

Para o gerente Social de Segurança e Saúde do Trabalho da Horizonte Minerals, Luiz Humberto Fernandes, além do governo, a empresa irá fornecer tudo aquilo que for necessário para que a extração do mineral ocorra de forma limpa, sem agredir o local. Dessa forma, uma articulação entre o governo e a iniciativa privada será de suma importância para a população local.

Já para José Fernando Gomes Júnior, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, “é um projeto que vai fazer uma revolução no município e na região, gerando emprego e renda. Além disso, a empresa veio para o Estado do Pará por acreditar no ambiente de negócios implantado pela gestão do governador Helder Barbalho, pois aqui se respeita e se faz uma mineração de forma sustentável”.

Até o momento, ainda não há informações acerca de quando serão abertas as novas vagas de emprego para os moradores da região. Entretanto, a expectativa é que sejam abertas entre 2021 a 2022, quando o projeto para a exploração de níquel, realizado pela Horizonte Minerals, será iniciado em Conceição Araguaia.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.