Saturday, 16 de October de 2021

Conheça os 10 profissionais mais requisitados para trabalhar na área de mineração

Profissionais-mineração-brasil

Se você deseja ingressar na industria de mineração no Brasil, saiba que será necessário antes de tudo estar apto, criamos esta lista com os s 10 profissionais mais requisitados para trabalhar na área de mineração, confira!

mercado de mineração é rico em área de atuação profissional, isso significa que ele emprega diversos perfis profissionais de diferentes áreas e níveis de conhecimento. Existe uma certa demanda no mercado de mineração e com isso, algumas profissões se destacam por sua procura. Se você quer se especializar na área de área da mineração, ou se inteirar do assunto, vou te apresentar alguns dos profissionais mais requisitados na mineração no Brasil.

1 – Engenheiro Ambiental

Engenharia Ambiental é uma graduação voltada para o desenvolvimento sustentável, integrando as dimensões social, ecológica, tecnológica e econômica do meio ambiente. O principal objetivo é desenvolver técnicas de preservação do ar, da água e do solo. Além disso, estuda os problemas do meio ambiente para o projetar, operar e construir sistemas de esgoto e água, sempre respeitando os limites de exploração ambiental.

Profissional ligado as questões socioambientais e dos  – recursos ambientais dos projetos de engenharia e de toda área de mineração. Para atuação é necessário a graduação em engenharia ambiental, ou formação em outra área de engenharia com especialização na área ambiental, com registro e atribuições de engenheiro Ambiental/Sanitaristas no CREA.

As oportunidades para o engenheiro ambiental estão em expansão e devem continuar assim. Afinal, a ideia de desenvolvimento sustentável vem sido fortalecida, com os últimos anos trazendo muita conscientização e luta política em torno do tema.

2 – Maquinista

Milhares de toneladas para transportar, 13 horas de viagem e 664 quilômetros de ferrovia. Você estaria preparado para pilotar um trem?

No Brasil ainda não existem cursos técnicos para formar maquinistas, mas as empresas responsáveis pelas linhas férreas oferecem o treinamento adequado para seus funcionários.

Porém não se engane: demora (muito) mais que uma carteira nacional de habilitação (CNH) de carro ou moto, e a “permissão” para pilotar só é válida para a ferrovia onde foi feito o treinamento.

Para o trabalho de maquinista o principal requisito é a conclusão do ensino médio. Empresas grandes como, por exemplo, a Vale, dão a oportunidade de se especializar na própria empresa.

3 –  Engenheiro de Minas  

O engenheiro de minas trabalha na busca por jazidas minerais e na exploração de minérios. O profissional formado em Engenharia de Minas realiza estudos e pesquisas sobre reservas minerais e os tipos, qualidade e utilidade dos minérios.

prospecção de jazidas é uma das áreas onde este engenheiro pode atuar. Normalmente ele atua com profissionais da área de Geologia, realizando pesquisas para localizar áreas de depósitos minerais. Ele identifica qual a composição dos minérios que estão presentes nestes depósitos, assim como a localização e extensão das minas.

No que diz respeito à exploração de minas, este engenheiro realiza estudos sobre sua viabilidade técnica e econômica e elabora um projeto de extração dos minérios. Ele define quais serão os equipamentos,  recursos materiais e humanos necessários para essa atividade. Após a extração, o engenheiro de minas identifica e separa os minerais para serem utilizados nas mais diversas indústrias.

É o responsável por toda a movimentação de minério e a recuperação ambiental da área que ele está sendo extraído. Para atuação é necessário que o profissional conclua o curso de Engenharia de Minas. As áreas de trabalho são: mina, britagem, usina, mineroduto e filtragem.

4 – Técnico em Segurança do Trabalho

Com a função de criar um ambiente de trabalho o mais seguro possível, o Técnico de Segurança do Trabalho atua na prevenção de acidentes nas empresas. Para tanto, implementa estratégias que levam os trabalhadores a desenvolver atitudes conscientes para o trabalho seguro.

Técnico de Segurança do Trabalho atua em empresas públicas e privadas ou em órgãos oficiais, como integrante dos serviços especializados regidos pelas Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego. Pode, também, trabalhar como prestador de serviços em empresas que, embora necessitem desse profissional, não têm obrigatoriedade legal de mantê-lo em seu quadro funcional.

Visa a diminuição dos acidentes de trabalho, e a promoção de saúde, visando o bem-estar do trabalhador, para um rendimento produtivo, satisfatório para empresa e pro funcionário.

A atuação do técnico em segurança do trabalho ocorre em todos os setores da produção, e é de extrema importância. A formação necessária para esse trabalho é o curso técnico em segurança do trabalho.

5 – Operador de Ferrovia

Para ser um operador, é necessário ter características específicas, como foco, disciplina e atenção. É necessário ter um envolvimento com os conceitos de segurança. Por isso, durante o curso, os selecionados contam com simulações de acidentes e perigos reais, para saber como agir com calma diante dessas situações.

Um Operador Ferroviário CCO é quem dá as coordenadas para o maquinista seguir na linha férrea com extrema segurança.

Responsáveis pelo cuidado dos trens, desde os problemas mecânicos ate a organização desses veículos quando não estão em uso. Para atuar nessa função não é necessário nenhum curso superior, apenas a conclusão do ensino médio. Geralmente as empresas oferecem especialização para essa área, experiencia é um diferencial.

6 – Soldador

O soldador trabalha, principalmente, em atividades ligadas às indústrias de transformação, construção civil e de fabricação de estruturas metálicas.

Essas atividades correspondem, basicamente, à solda e ao corte de metais e compósitos utilizando processos como eletrodo revestido, TIG, MIG, MAG, oxigás, arco submerso, brasagem e plasma. Para tanto, preparam a soldagem de peças, consultando desenhos e especificações, selecionando ferramentas, materiais e consumíveis, assim como protegendo e isolando o local de trabalho.

Para cortar peças, operam maçaricos, enquanto que, para soldá-las, operam equipamentos por brasagem, ligando partes e preenchendo buracos e recortes de artigos em metal ou compósitos.

O soldador realiza inspeções visuais em peças, identificando posições de soldagem, aplicando removedores para retirar óleos, preaquecendo com maçaricos, escovando e goivando peças.

Confecciona e repara peças importantes para o processo de mineração, além de propor e realizar melhorias nos equipamentos utilizado para extração e pra todo o processo de mineração, de forma geral. Para atuação na área é necessário apenas um curso básico (qualificação ou industrial).

7 – Engenheiro Metalúrgico

 A Engenharia Metalúrgica é um ramo advindo da Engenharia de Materiais, que compreende as pesquisas voltadas para caracterização estrutural e das propriedades mecânicas, além da produção e processamento no âmbito dos materiais metálicos, assim como suas aplicações.

Dessa forma, o engenheiro metalurgista (ou metalúrgico) é responsável pelos projetos de tratamento e de produção de metais e ligas metálicas.


Tem grande importância no processo de mineração. Ele é o profissional que estuda e aplica seus conhecimentos em metais, do ato da extração, até o processo final, na aplicação. Para atuação na mineradora é necessário que já tenha concluído o curso superior em engenharia metalúrgica.

8 – Geólogo

Uma figura intrigante surge no meio do nada, olhando para um barranco ou uma rocha, com um aspecto misto de Indiana Jones e Sherlock Holmes, andando cheio de equipamentos pendurados em seu corpo e mochila, como a bússola e o inseparável martelo em uma das mãos, e um olhar questionador. Eis um geólogo!

O geólogo é o profissional com formação universitária de nível superior no curso de Geologia. É o profissional que estuda a Terra, toda sua estrutura, formação, processos naturais e evolução ao longo de toda sua idade, através do estudo de todos os tipos de rochas, da constituição do solo e das formas de relevo. É um profissional envolvido com a observação da natureza. A profissão é regulamentada pelo CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, para o exercício da profissão.

O geólogo é umas das peças mais importantes para a mineração, ele planeja e realiza todas as etapas de pesquisa. Ele pode atuar na exploração, na geologia de mina no controle de direitos minerários entre outras áreas. É necessário graduação

9 – Engenheiro Eletricista

Um engenheiro eletricista é o responsável pela elaboração, construção e manutenção dos sistemas que geram, distribuem e conduzem a energia elétrica para a população com qualidade e segurança. Para isto, ele deve seguir os padrões técnicos adequados. Além da geração e distribuição de eletricidade, ele pode desenvolver equipamentos eletrônicos, circuitos elétricos, processos de automação, entre outros.

É o responsável pelo planejamento e criação de toda parte elétrica em torno da área de mineração, além da elaboração de projetos corretivos e preventivos. Para atuação nessa área é necessário a formação superior em Engenharia elétrica.

10 – Técnico de Mineração

Técnico de mineração
Técnica de mineração conversando ao telefone

Técnico em Mineração trabalha a quilômetros abaixo da superfície da Terra e, por isso, é necessário possuir muita capacidade de adaptação a condições pouco convencionais e alta resistência ao ambiente em situações anormais de temperatura e pressão.

A título de curiosidade, um quilômetro da superfície abaixo do nível do mar corresponde, até a saída da mina, a um edifício de mais de 300 andares.

Necessário a formação técnica em mineração, esse necessário atua juntamente ao engenheiro de minas. Junto as suas funções, está o suporte técnico a equipe e a avaliação dos processos e metodologias com intuito de melhorias e resultados no minério.

A falta de mão de obra especializada no mercado faz com que haja uma deficiência de profissionais técnicos aptos para o exercício das atividades referentes à mineração.

Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.