Friday, 03 de December de 2021

Sigma Lithium pretende fazer investimento bilionário em lítio no Brasil

A Mineradora Sigma Lithium anuncia expansão da sua planta de exploração no Brasil, com investimento bilionário para a extração de lítio

A Mineradora Sigma Lithium anunciou a expansão da sua planta de exploração no Brasil, com investimento bilionário para a extração de lítio no país

Durante este último sábado, (06/11), a gigante no ramo da mineração, Sigma Lithium, anunciou um investimento bilionário de cerca de R$ 2,3 bilhões na expansão da sua planta de exploração no Brasil. A empresa já havia investido cerca de R$ 560 milhões na extração de lítio puro em solo brasileiro e pretende crescer ainda mais para atender à demanda do mercado atual em relação a esse produto.

Você não pode deixar de ler:

Expansão da planta de exploração de lítio da Sigma Lithium receberá R$ 2,3 bilhões em investimento

A companhia canadense Sigma Lithium já havia investido cerca de R$ 560 milhões na extração de lítio no Brasil, em razão da alta demanda por alternativas mais sustentáveis para automóveis ao redor do mundo e, recentemente, a empresa anunciou mais um investimento na expansão da sua planta de exploração. Dessa vez, a Sigma Lithium irá investir cerca de R$ 2,3 bilhões para aumentar a sua planta atual, com projeto que tem previsão de conclusão para 2023. 

Ana Cabral-Gardner, co-presidente executiva da Sigma Lithium, comentou acerca do investimento bilionário que a empresa irá fazer na planta de exploração no Brasil e como isso será importante para a sua consolidação ainda maior no mercado. A executiva destacou que “o volume da primeira planta não é algo de ‘laboratório’. Investimos, inicialmente, o suficiente para ter uma área igual à do maior produtor de lítio do Brasil, que vende o minério para fabricantes de lubrificantes. Agora, vamos investir mais ainda para aumentar a área do que já temos em 20 vezes e garantir a escala comercial”.

O investimento da Sigma Lithium na extração de lítio no Brasil não é em vão, uma vez que a empresa consegue superar às demais em relação a esse produto. A empresa já conseguiu encontrar cerca de 30 milhões de toneladas de lítio puro em apenas dois dos nove principais sites dele e a expectativa é de que, com os investimentos necessários, esse número possa crescer ainda mais. 

Sigma Lithium pretende continuar com a exploração “verde” do lítio e apoiar o crescimento socioeconômico da região

O principal diferencial da Sigma Lithium em relação à exploração do lítio no Brasil é a sua forma “limpa” de fazer os processos com a substância, uma vez que ela não utiliza nenhum componente químico para a purificação do lítio e consegue reutilizar cerca de 90% da água usada nos processos. A empresa vem investindo milhões de reais nesse tipo de extração, com sua planta de exploração principal localizada na região do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais.

Além disso, a companhia ressalta que o principal objetivo no Brasil é potencializar a produtividade em união com o crescimento socioeconômico da região, investindo na modernização dos processos e na criação de mais postos de trabalho para que a economia local também seja beneficiada com os investimentos da Sigma na extração “verde” do lítio no Brasil.

A executiva da Sigma Lithium, Ana, ainda comentou acerca dos objetivos da empresa na região e afirmou que “O Vale do Jequitinhonha tem um Índice de Desenvolvimento Humano de 0,66, próximo aos níveis de Bangladesh. Com o investimento da Sigma por lá, temos um potencial de geração de renda para a região de 320 milhões de reais. Até agora, geramos 250 empregos e devemos gerar mais de 500 empregos indiretos no próximo ano”, comprovando a visão da Sigma para um futuro com o crescimento socioeconômico atrelado à sustentabilidade.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.