Início Mineração na Serra do Curral: polêmica da exoneração do presidente do Iepha e do novo projeto de exploração pela empresa Taquaril




Mineração na Serra do Curral: polêmica da exoneração do presidente do Iepha e do novo projeto de exploração pela empresa Taquaril

agosto 6, 2022 às 4:51 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Mineração na Serra do Curral
Mineração na Serra do Curral (Reprodução: divulgação)

O presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) deixou o cargo no dia 14 do mês passado (julho) devido à mineração na Serra do Curral. O fato ocorreu após uma exoneração concedida pelo governador do Estado de Minas Gerais, Romeu Zema, no qual retirou o Felipe Cardoso Vale Pires do cargo.

Ademais, o ex-presidente havia assinado um ofício no qual afirmava que não havia sido feita uma análise pelo órgão sobre um projeto de mineração na Serra do Curral pela empresa Taquaril Mineração S.A. (TAMISA).

Ademais, há outras polêmicas que já ocorreram com o caso do Complexo Minerário Serra do Taquaril. Deste modo, essa não é a primeira. O projeto foi aprovado pelo Conselho Estadual de Política Ambiental (COPAM).

Onde a Serra do Curral fica localizada?

A serra do Curral faz parte do município de Belo Horizonte. Possui uma área que se enquadra entre as regiões de Nova Lima, Brumadinho, Sabará, Ibirité e Sabará. Tem o relevo inclinado em latitudes médias de 1.100 e 1.300 metros.

Ademais, possui grande importância para a região, sendo considerada símbolo e patrimônio cultural para os moradores. Ainda, o relevo da Serra do Curral está estampado na bandeira da capital do estado de Minas Gerais.

Qual o projeto de mineração da Taquaril S.A?

A mineradora Taquaril Mineração S.A, que faz parte do grupo da AVG Mineração e da construtora Cowan S.A, propôs em seu projeto a instalação do Complexo Minerário Serra do Taquaril, visando a exploração da região para garantir vantagens no setor do minério de ferro da cidade de Nova Lima (MG).

No entanto, a área escolhida possui tombamento municipal. O projeto seria dividido em dois. Portanto, realizado em duas topografias localizadas ao sul do eixo principal da Serra. Desse modo, o local é chamado de Serra do Taquaril. Porém, o projeto possui alto risco para o meio ambiente, visto que foi classificado como classe 6, que o o valor máximo para obras de altíssimo impacto ambiental.

Toda a operação está sendo planejada para ser realizada em duas etapas em um período de 13 anos. Ademais, visa realizar a explotação de 31 milhões de toneladas de minério de uma reserva. Cerca de 84% da operação fica localizada na Fazenda Ana da Cruz de 102 hectares, em Nova Lima e Sabará, sendo a própria empresa mineradora a proprietária.

Entenda porque a Serra do Curral foi escolhida como local de exploração para a mineração

O primeiro ponto importante sobre a Serra do Curral é que ela fica localizada no quadrilátero Ferrífero. Ademais, há um destaque mundial sobre a região devido à riqueza de minério de ferro que a maioria de suas rochas possui. Portanto, tanto no passado, quanto atualmente, a região continua sendo afetada pela exploração do minério. Ademais, o projeto criado pela Taquaril S.A não foi criado atualmente. Há quase 10 anos, desde 2014, que a empresa busca que ele seja aprovado.

No início, a empresa apresentou o projeto enquadrando uma área para a estrutura 15 vezes maior do que o do projeto atual. Além disso, ele iria ocorrer em três fases, visando a exploração de 1,2 bilhão de toneladas em 30 anos. Portanto, tudo iria ocorrer em uma área de 1.536 hectares. O projeto atual aprovado, a área de atuação será de 102 hectares.

Entre as técnicas para conseguir a aprovação de um projeto de forma mais eficiente é realizando a diminuição da área afetada. Logo, com o tempo as empresas solicitam a ampliação dos hectares, o que pode acabar sendo aprovada. Ademais, isso ocorreu com as empresas CSN e Samarco, por meio da autorização da COPAM.

Leia mais: A Indústria de mineração do Chile estabelece nova meta para aumento da produção de cobre até 2050 para continuar com o título de maior produtor mundial de metal.

Relacionados
Mais recentes