Início MCTI lança chamadas públicas para projetos minerais; propostas chegam a R$5 milhões




MCTI lança chamadas públicas para projetos minerais; propostas chegam a R$5 milhões

agosto 18, 2022 às 4:35 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
projetos minerais
Projetos minerais (Reprodução: divulgação)

O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) anunciou diversas chamadas públicas para projetos minerais, para fomentar a área do setor mineral.

A Seleção Pública – Subvenção à Inovação nº 10/2022 – Programa Mineração e Desenvolvimento pretende selecionar projetos especiais para promover e apoiar o  desenvolvimento de PD&I, soluções tecnológicas, além dos processos inovadores das empresas da cadeia de mineração. Além disso, os projetos minerais deverão oferecer uma colaboração com clientes, parceiros e a comunidade científica. Sendo assim, os projetos devem ter como fontes temáticas os minerais estratégicos e também devem estar alinhadas com os seguintes pilares:

  • Desenvolvimento das cadeias produtivas de Minerais para utilização em Tecnologias Avançadas e na Transição Energética (cobalto, cobre, estanho, grafita, minerais do grupo da platina, lítio, nióbio, níquel, silício, tálio, tântalo, terras raras, titânio, tungstênio, urânio e vanádio);
  • Utilização de minerais estratégicos: Agrominerais fontes de fósforo (P) e potássio (K) e remineralizadores de solos; 
  • Desenvolvimento de tecnologias para aproveitamento de fontes secundárias (mineração urbana) e mitigação de impactos ambientais com o aproveitamento de resíduos/rejeitos, contemplando o uso de ferramentas como Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), Avaliação do Ciclo de Vida Social (ACVS) e a Economia Circular (EC); 
  • Tecnologias para aproveitamento de resíduos, rejeitos e reuso de água de barragens, para descomissionamento de minas e barragens de rejeito; 
  • Indústria 4.0 na Mineração e Transformação Mineral – novas tecnologias na exploração mineral, na lavra, no processamento e na transformação mineral e Desenvolvimento de tecnologias na exploração mineral, lavra, processamento mineral e transformação mineral. 

Para cada proposta, o valor solicitado à Finep/FNDCT deverá, obrigatoriamente, estar enquadrado entre R$500 mil e o valor máximo, R$5 milhões. As submissões ocorrem até o dia 26 de agosto, e podem ser realizadas através deste link.

Projetos Minerais do MCTI

Por outro lado, temos a Chamada CT – Petro nº16/2022 – Aplicações de PD em Prospecção e Exploração de Recursos Minerais e de Petróleo e Gás Natural, que busca apoiar projetos minerais de pesquisa, que estejam aliados com a contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico, além da inovação no Brasil, na área de aplicações de PD em prospecção, e exploração dos recursos minerais.

Além disso, o programa busca apoiar projetos minerais com foco nas adaptações e usos de tecnologias avançadas, além da criação de novas tecnologias que permitam integração e análise de dados geológicos, geoquímicos e geofísicos, em diversas escalas. Para participar, as propostas devem estar dentro dos valores pré-estabelecidos que vão de R$500 mil até R$1 milhão. As submissões podem ser feitas no dia 2 de setembro. Para mais informações, clique aqui.

Por fim, temos a Chamada CNPq/MCTI/FNDTC nº 22/2022 – Programa MCTI de Inovação em Grafeno, InovaGrafeno – MCTI,  que pretende apoiar a realização de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação e a implementação de iniciativas de aplicação na sociedade, voltadas pelas soluções tecnológicas e empresariais, usando o Grafeno e materiais 2D à base de carbono que busquem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico do país, além da inovação e o empreendedorismo. A proposta deve estar em conformidade com o Programa MCTI de Inovação em Grafeno (InovaGrafeno-MCTI) instituído pela Portaria MCTI n° 4.964, de 09 de julho de 2021, no âmbito da Política Nacional de Materiais Avançados (Decreto nº 10.746, de 09 de julho de 2021), além do Plano de Ação do MCTI para a Área de Materiais Avançados. 

A submissão dos projetos minerais deve ocorrer até o dia 19 de setembro, com valores até R$700 mil. Para outras informações, clique aqui.

Leia mais: CETEM abre Curso para Mineração Urbana; confira como participar e quais as vantagens desse tipo de indústria

Relacionados
Mais recentes