Thursday, 20 de January de 2022

Instituto Aço Brasil anuncia projeções para crescimento no consumo de aço em 2021

O Instituto Aço Brasil divulgou recentemente suas projeções para o consumo de aço em 2021 e está bastante otimista em relação ao crescimento do produto no país

O Instituto Aço Brasil divulgou recentemente suas projeções para o consumo de aço em 2021 e está bastante otimista em relação ao crescimento do produto no país

Com o início da pandemia do COVID-19, o mercado interno no Brasil se mostrou bastante abalado em relação às mudanças necessárias na logística, mas ele já está se reerguendo durante o ano de 2021. Assim, o Instituto Aço Brasil anunciou, durante esta última quinta-feira, (16/12), as projeções para o consumo de aço em 2021 e os dados mostram que deve haver um crescimento nesse segmento no país.

Não perca:

Índices das projeções do Instituto Aço Brasil em relação ao consumo de aço no país estão bastante otimistas

Após o ano de 2020 com o início da pandemia e o crescente descontrole no mercado global, o Brasil vem conseguindo se reerguer em relação à diversos segmentos de vendas e o consumo de aço é um deles. O Instituto Aço Brasil divulgou suas projeções para o consumo desse produto no país durante o ano de 2021 e o órgão espera um crescimento de 24,3% no consumo aparente do aço em 2021, totalizando 26,7 milhões de toneladas.

Além disso, os índices se mantêm otimistas em relação ao ano de 2020, uma vez que o Instituto Aço Brasil fez as projeções e espera que a produção de aço bruto cresça 14,7% (36 milhões de toneladas) durante este ano de 2021 e que as vendas internas aumentem 17% (22,8 milhões de toneladas) em relação a 2020, o que seria um grande passo para que o setor possa se reerguer de forma completa desse momento inesperado. 

O Instituto Aço Brasil ainda destacou que o mercado brasileiro se encontra plenamente abastecido e que os índices tendem a crescer ainda mais para os próximos anos, uma vez que a recuperação do momento da pandemia vem acontecendo de forma mais acelerada após o primeiro semestre de 2021. 

Instituto Aço Brasil faz projeções de crescimento para 2022 e continua otimista em relação ao consumo e produção de aço no país 

O ano de 2021 não está previsto para ser o único com um crescimento expressivo desse segmento no país e as projeções do Instituto Aço Brasil para 2022 seguem o otimismo desse ano. O órgão prevê que a produção brasileira de aço bruto terá crescimento de 2,2%, alcançando 36,8 milhões de toneladas. Já em relação às vendas internas, deve haver um aumento de 2,5% na comparação com este ano, chegando a 23,3 milhões de toneladas, enquanto o consumo aparente deve crescer 1,5%, atingindo 27 milhões de toneladas.

Os representantes do Instituto também destacaram que, apesar do crescimento expressivo na produção e consumo de aço no país, o grau de utilização da capacidade instalada do setor ainda é muito baixa, em torno de 70% e pode ser potencializado com os investimentos necessários para que o setor se torne ainda mais visível às diversas companhias do segmento no país. 

O instituto acredita que a alta produção e consumo se devem, principalmente, em razão da retomada dos processos de exportações e novas obras ao redor de todo o mercado global e que o esperado é que esse segmento continue nessa crescente de expansão.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.