Início Ibram divulga investimentos de US$ 41 bilhões no setor da mineração no Brasil




Ibram divulga investimentos de US$ 41 bilhões no setor da mineração no Brasil

fevereiro 4, 2022 às 8:28 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O Ibram anunciou os investimentos que o setor da mineração irá receber até 2025, incluindo US$ 41 bilhões no total e US$ 10,2 bilhões apenas no estado de Minas Gerais
O Ibram anunciou os investimentos que o setor da mineração irá receber até 2025, incluindo US$ 41 bilhões no total e US$ 10,2 bilhões apenas no estado de Minas Gerais. Fonte: Pixabay

O Ibram anunciou os investimentos que o setor da mineração irá receber até 2025, incluindo US$ 41 bilhões no total e US$ 10,2 bilhões apenas no estado de Minas Gerais

O Instituto Brasileiro de Mineração, mais conhecido como Ibram, divulgou nesta última terça-feira, (01/02), os investimentos que o setor da mineração irá receber até o ano de 2025. O total que será aplicado no país é de cerca de US$ 41 bilhões, sendo cerca de US$ 10,2 bilhões destinados ao estado de Minas Gerais, em razão da sua grande presença na produção dentro do segmento.

Confira outras notícias relacionadas:

Mineração brasileira bate recorde em 2021 e Ibram anuncia investimentos bilionários para os próximos anos no segmento 

O setor da mineração vem crescendo cada vez mais no mercado brasileiro e, no ano de 2021, bateu o recorde de R$ 339 bilhões em faturamento, cerca de 62% a mais que em 2020. Assim, o Governo Federal vê um grande potencial para um crescimento ainda maior do segmento e, nesta terça-feira, o Ibram anunciou um total de US$ 41 bilhões que serão investidos no setor até o ano de 2025, um total de R$ 216 bilhões. 

Dentro desse plano de investimentos, o estado de Minas Gerais será o maior beneficiado, em razão do seu protagonismo dentro do setor. A região irá receber a maior fatia do investimento previsto, com 25% do aporte total, o que equivale a US$ 10,2 bilhões (R$ 54,01 bilhões). Além disso, os estados do Pará e da Bahia aparecem em seguida, com 18% cada, já que se tratam de regiões altamente lucrativas e com um grande volume de produção mineral durante todo o ano. 

O Ibram também anunciou que, dentre esse valor total dos investimentos, cerca de 53% são referentes a projetos que têm como principal foco a extração de minério de ferro. A bauxita aparece logo em seguida na lista de prioridades de investimentos. Isso acontece pois esses minérios são os principais na movimentação anual e conseguem ser bastante lucrativos para o setor dentro do mercado nacional. 

Minas Gerais será o maior beneficiado com os investimentos na mineração e receberá US$ 10,2 bilhões

O estado de Minas Gerais é, sem sombra de dúvidas, o maior na produção e lucratividade em relação ao setor mineral no Brasil inteiro. A prova disso é que, somente no ano de 2021, o estado registrou crescimento de 87% no faturamento em relação a 2020, passando de R$ 76,4 bilhões para R$ 143 bilhões. Assim, o estado se consolida como o mais presente no setor da mineração e consegue um expressivo crescimento ao longo dos anos, como foi visto nos últimos períodos segundo o Ibram. 

Dessa forma, Flávio Penido, diretor-presidente do Ibram, comentou sobre a expressividade do estado na produção da mineração e afirmou que “Minas Gerais ainda é muito forte em mineração e o será por muitos anos ainda. O Estado teve o maior incremento de recolhimento de royalty em 2021 e é também o Estado que mais vai atrair investimentos no setor até 2025. A mineração é e será relevante para a economia do estado por muito tempo e tem sido exercida em acordo com normas internacionais de segurança operacional e sustentabilidade”.

Outro ponto essencial da lista de investimentos são os projetos voltados para o meio ambiente, principalmente na redução de emissões de carbono e redução do consumo de energia e água. Esse fato mostra que o Ibram está a par das necessidades globais em relação à sustentabilidade e pretende incluir tanto no estado de Minas Gerais quanto em toda a atividade mineral brasileira.

Relacionados
Mais recentes