Friday, 03 de December de 2021

Agência Nacional de Mineração (ANM) confirma existência de jazida de ouro em Nova Aurora, no Paraná, e libera exploração

ANM anuncia descoberta de uma jazida de ouro em Nova Aurora e já registrou em seu site a lavra de ouro, sendo esse mais um avanço da mineração

ANM anuncia descoberta de uma jazida de ouro em Nova Aurora e já registrou em seu site a lavra de ouro, sendo esse mais um avanço da mineração

Durante esta última segunda-feira, (08/11), a Agência Nacional de Mineração, ANM, registrou por meio do Sistema de Informações Geográficas de Mineração, a existência de lavra de ouro na região de Nova Aurora, no estado do Paraná. As explorações na jazida, que conta com uma área de 247,30 hectares, foram liberadas e já estão nas fases iniciais para a retirada do minério.

Veja outros artigos do setor de mineração:

Lavra de ouro em Nova Aurora é registrada pela Agência Nacional de Mineração após 22 anos desde a descoberta da jazida

A lavra é, de acordo com o Código Brasileiro de Mineração, o conjunto de inúmeras operações que são coordenadas em uma jazida e têm como objetivo final aproveitar, industrialmente, dos minérios que o local possui, desde os próprios minerais até os produtos derivados deles. As lavras podem ser subterrâneas ou a céu aberto e essa decisão depende da formação de cada jazida e das características para o desenvolvimento da produção industrial no local. 

Em relação à lavra de ouro na região de Nova Aurora, ela já havia sido descoberta há cerca de 22 anos, desde 1999, mas somente neste ano o Governo Federal fez a liberação para o aproveitamento industrial no local. O total encontrado de terras de lavra de ouro na região soma cerca de 1459 hectares, que estão localizados no entorno da estrada Iporã, próximo à divisa com Formosa do Oeste e às margens do Piquiri. 

Entretanto, o registro feito pela ANM, Agência Nacional de Mineração, para a liberação do aproveitamento industrial na jazida foi somente de 247 hectares, liberados para Paulo Moreli, que possui o direito para a retirada do ouro desde junho do ano de 2021. A grande quantidade de ouro que é prevista para a retirada no local foi o que levou o Governo Federal a registrar a lavra de ouro na jazida, para o aproveitamento total do minério na região de Nova Aurora. 

Jazida de ouro é somente a primeira área registrada e a ANM pretende liberar a exploração para outros minérios na região 

A jazida de ouro que foi liberada para exploração pela ANM, por meio do Sistema de Informações Geográficas de Mineração, conta com 247,30 hectares e tem uma localização bastante favorável à exploração, uma vez que fica a poucos quilômetros do rio Piquiri e há 75 km de Cascavel, 68 km de Toledo e 93 km de Nova Santa Rosa. Assim, espera-se um bom aproveitamento das reservas de ouro que o local possui após o registro da lavra na jazida. 

Entretanto, o ouro não é o único minério da região que foi encontrado e poderá ser explorado após a liberação. A ANM também informou que outros minérios como o basalto, xisto e alguns demais aguardam a liberação para que possam começar a ser explorados no local. Com isso, o aproveitamento industrial desses minérios na região de Nova Aurora poderá ser ainda maior e potencializar o crescimento econômico na região. 

O que se espera agora são mais informações acerca da exploração do ouro na jazida e a liberação dos próximos minérios do local que serão aproveitados. A expansão da exploração no setor da mineração pode contribuir positivamente para o desenvolvimento socioeconômico local e ainda servir de matéria-prima para diversos derivados desses minérios.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.