Thursday, 20 de January de 2022

Tecnologias de segurança é a nova aposta dos setores da mineração, óleo e gás

Representantes dos setores da mineração, óleo e gás destacaram a importância das tecnologias de segurança para garantir uma melhor produtividade

Alguns representantes dos setores da mineração, óleo e gás destacaram a importância das tecnologias de segurança para evitar falhas e garantir uma melhor produtividade 

O mercado nacional e internacional está cada vez mais se adaptando às novas tecnologias e utilizando elas para facilitar o dia a dia. Pensando nisso, alguns especialistas dos setores da mineração, óleo e gás comentaram nesta última sexta-feira, (03/12), acerca da importância das tecnologias de segurança para evitar falhas e acidentes no ambiente de trabalho e potencializar a produtividade.

Não perca:

Tecnologias de segurança trazem inúmeros benefícios para as operações nos setores da mineração, óleo e gás

A tecnologia é um recurso cada vez mais utilizado e aprimorado no mercado global para otimizar tempo e garantir mais produtividade nas operações, e nos setores da mineração, óleo e gás não poderia ser diferente. Alguns especialistas vêm destacando o potencial que esse recurso tem de oferecer mais assertividade nas operações e evitar falhas, além de reduzir o número de acidentes que podem ocorrer durante o período de trabalho, o que pode ser um grande avanço para diversos segmentos, como os setores da mineração, óleo e gás. 

Marcos Costa, Diretor Comercial da Divisão de Mineração da Komatsu Brasil, comentou acerca dessa utilização e afirmou que “Com caminhões autônomos, como você opera sem parar nenhum, há maximização do resultado e um aumento de produtividade em 15%. Isso porque não há parada para almoço ou ida ao banheiro”. O executivo ainda destacou que “Além disso, o custo de carregamento e transporte é reduzido em até 15%. E também reduz o impacto ambiental, porque economiza combustível. Com o fator humano, o condutor acelera tudo, achando que tem que tirar o máximo do equipamento. Com gestão de tráfego, ele consome menos”.

Assim, além de aumentar a produtividade das operações e garantir menos falhas nos processos, a utilização das tecnologias de segurança deve ser feita, acima de tudo, para garantir uma redução maior no número de acidentes que ocorrem nos locais de trabalho e oferecer uma melhoria para esses trabalhadores. 

Utilização das tecnologias de segurança nos setores da mineração, óleo e gás cresce, mas ainda sofre com desafios 

Apesar dos inúmeros novos projetos que incluem as tecnologias de segurança nesses setores e do expressivo crescimento durante os últimos anos, essa iniciativa ainda sofre com alguns desafios, entre eles, a capacitação desses trabalhadores em relação a essas práticas que irão garantir um ambiente de trabalho mais seguro e confortável para eles. Assim, o principal objetivo das empresas desses segmentos é capacitar os seus funcionários em relação às tecnologias de segurança. 

Melissa Fernandez, Gerente de Tecnologia e Inovação do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), comentou acerca desse problema tão comum nos setores da mineração, óleo e gás no Brasil e afirmou que “Isso está entre os desafios da indústria de óleo e gás, e esses desafios vão do entendimento do uso [do equipamento] à capacitação de pessoal. Mas tudo depende da capacidade de investimento no setor, e há necessidade de investimento muito grande em tecnologia digital”. 

O que se espera agora é que esses setores possam alcançar um crescimento ainda mais elevado, sem deixar de lado a segurança dos trabalhadores e conseguindo, ainda assim, um aumento na produtividade muito maior.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.