Friday, 24 de September de 2021

Projeto de mineração do Grupo Cosan deve estrear daqui 4 anos, com 10 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano

Mineração – projeto – minério de ferro

A nova joint venture de mineração do grupo Cosan planeja produzir minério de ferro de alta qualidade no ano de 2025, no estado do Pará

O grupo Cosan anunciou na última segunda-feira (23), o seu mais novo projeto de mineração, a JV Mineração. O projeto é em sociedade com o empresário Paulo Brito, deverá começar a operar a partir de 2025 com uma produção de cerca de 10 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano. Há também uma expectativa que possivelmente esse número aumente. Veja ainda esta notícia: Governo Federal, em parceria com o BNDES, projeta criar rede de financiamento do setor da mineração

O novo projeto de mineração do Grupo Cosan

A nova mineradora irá explorar no mínimo três projetos minerais no estado do Pará. O primeiro deles fica próximo a Parauapebas (PA), na região de Carajás. Além da exploração, há também o Porto São Luís, que também foi adquirido pela Cosan. O TUP Porto São Luís S.A, que viabilizou a formação da JV Mineração e está incluído no empreendimento, uma vez que permitirá o escoamento da produção de minério de ferro, poderá exportar mais de 50 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano no futuro, disse Juarez Saliba de Avelar, apontado como o CEO da JV Mineração.

Segundo ele, o objetivo da nova empresa será atender o mercado de minério de ferro com um produto de maior valor agregado, com teor de ferro acima de 67%. Ele disse ainda que o projeto é viabilizado até mesmo se o preço do minério de ferro cair para 60 dólares a tonelada. Atualmente a commodity vale cerca de 150 dólares por tonelada na China.

Além do projeto de exploração de minério de ferro, a empresa adquiriu o Porto de São Luís

O grupo Cosan, do empresário Rubens Ometto, confirmou além do projeto de mineração, a proposta vinculante para a compra de todo o Porto São Luís, no Maranhão. A compra está estimada no valor de R$ 720 milhões, de acordo com o que foi comunicado pela Cosan e vale lembrar que o negócio marca a entrada da empresa no mercado de minério de ferro. O acordo foi fechado nesta terça-feira (23), entre a China Communications Construction Company Limited (CCCC), a controlada da Cosan Atlântico Participações e também os acionistas minoritários da empresa portuária.

Para a entrada da empresa no mercado de minério de ferro, a Cosan também informou que assinou um memorando de entendimentos vinculante para a formação de uma sociedade com o controlador e fundador da Aura Minerals, Grupo Paulo Brito. A empresa de mineração tem como foco o cobre e o ouro. A Cosan e a Aura Minerals formarão uma joint venture para a exploração de minério de ferro, que deverá ser escoado pelo Porto São Luís que receberá o nome de JV Mineração.

O acordo prevê que a Atlântico, controlada da Cosan, detenha 37% do capital e controle compartilhado com a nova empresa, ou seja, 50% das ações ordinárias da nova companhia combinada após a compra do Porto São Luís e de caixa, dependendo de chamadas de capital pela administração da companhia a JV Mineração.

Roberta Santiago
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos