Thursday, 28 de October de 2021

Parceria entre a Mineração Caraíba e VLI é renovada e prevê movimentação de 100 toneladas de concentrado de cobre até 2023, em Sergipe

Parceria entre VLI e Mineração Caraíba, fará o Terminal Marítimo Inácio Barbosa movimentar cobre, ferro e manganês para o setor de mineração

Com essa renovação, o Terminal Marítimo Inácio Barbosa irá movimentar cobre, minério de ferro e manganês para o setor de mineração. Além de fornecer também para o agronegócio, indústria alimentícia e fábricas de cimentos

Nessa terça-feira, 21, a parceria entre o Terminal Marítimo Inácio Barbosa (TMIB) e companhia Mineração Caraíba, foi renovada. O anúncio foi dado pela empresa que administra o terminal, a VLI. A mineradora está entre umas das principais do país, devido a sua produção de cobre e está localizada mais ao norte, na cidade de Jaguarari, no Estado da Bahia. Em contrapartida, o Terminal situa-se na Barra dos coqueiros, em Sergipe. Com essa renovação, a previsão é que sejam movimentadas, cerca de 100 mil toneladas de concentrado de cobre, onde serão exportadas, até meados de abril de 2023.

Veja outros artigos interessantes:

A importância da parceria entre a Mineração Caraíba e o Terminal Marítimo Inácio Barbosa

Quando pararmos para analisar, a partir do momento em que os acordos são renovados, significa que a parceria foi benéfica para ambas as companhias. Isso pode ser confirmado com a previsão na movimentação de cobre no decorrer do próximo ano. Dessa forma, mesmo estando em localidades diferentes, para o Terminal e para a mineradora, o acordo torna-se bastante positivo.

Conforme o gerente comercial da VLI para o TMIB, Ítalo dos Santos Leão, “a parceria comercial é muito importante para a VLI como um player logístico focado em suportar o setor de mineração”. Portanto, com apenas uma parceria, é possível aumentar a economia e movimentação de dos setores cruciais no Brasil, sendo eles: o de Mineração e o Portuário.

É válido ressaltar que, além do concentrado de cobre, outros insumos minerais são movimentados entre o setor portuário e o agronegócio, entre eles: o manganês e o minério de ferro. Somente entre junho e agosto, 60 mil toneladas de milho foram exportadas para o mercado internacional pelo TMIB, enquanto foram embarcadas, cerca de 90 toneladas de farelo de soja. Dessa forma, o terminal vem atuando como uma porta de saída para o agronegócio.

Do mesmo modo que possui uma extrema importância para realizar exportações, conforme informado pela VLI, o Terminal Inácio Barbosa possui uma grande relevância para que as importações possam chegar. No momento, além de movimentar os insumos para a Mineração Caraíba, é responsável por receber insumos para abastecer o agronegócio, indústria alimentícia e fábricas de cimentos.

Conheça a Mineração Caraíba

Considerada uma das maiores mineradoras do país, atua no setor há mais de 51 anos no Estado da Bahia. Em 1874, um depósito de cobre foi encontrado e desde então, a companhia tem desenvolvido projetos no norte do estado. No entanto, foram longos anos de estudos, para verificar se o local possuía mesmo condições de ser explorado.

Foi somente no dia 29 de outubro de 1979 que as atividades no local foram realmente iniciadas. Antes de receber o nome ‘Mineração Caraíba’, a companhia foi batizada no início, com o nome de Caraíbas Metais. E, desde então, vem se consolidando cada dia mais no mercado nacional.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.