Thursday, 20 de January de 2022

Com desemprego em alta, setor da mineração é um dos principais agentes da recuperação econômica em Minas Gerais

Com onda de desemprego presente no Brasil, setor da mineração vem sendo fundamental em Minas Gerais para sua recuperação econômica da região

Com uma onda de desemprego ainda presente no Brasil, o setor da mineração vem sendo fundamental no estado de Minas Gerais para a recuperação econômica da região

O período desde o início da pandemia do COVID-19 vem sendo marcado por uma grande onda de desemprego no Brasil, com falta de oportunidades e cada vez mais pessoas sem acesso a trabalhos. Durante esta última segunda-feira, (29/11), alguns especialistas comentaram acerca da importância do setor da mineração no estado de Minas Gerais para a recuperação econômica e oportunidades de emprego.

Veja também:

Empresas do ramo da mineração em Minas Gerais oferecem empregos e ajudam na reestruturação econômica do estado

Apesar de uma queda considerável no número de desempregados em 2021 em comparação ao ano de 2020, a  Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) ainda mostra que a onda de desemprego segue forte no país, com cerca de 13,7 milhões de brasileiros desempregados e em Minas Gerais a situação não é diferente, 13 em cada 100 mineiros não estão empregados em nenhum local.

Entretanto, o setor da mineração vem sendo um agente fundamental na luta contra o desemprego no estado e na recuperação econômica da região, com empresas oferecendo oportunidades de emprego aos moradores locais e contribuindo para o desenvolvimento de Minas Gerais. A indústria mineira como um todo responde por 79% das exportações mineiras de bens e serviços, 58,8% da arrecadação de ICMS do estado e 23% dos empregos formais do estado e vem sendo fundamental para a região se reerguer.

O coordenador de meio ambiente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), João Vitor Teixeira, comentou acerca da importância do setor no estado para a reparação econômica e destacou que “O setor de mineração contribui com parcela significativa destes resultados, empregando 700 mil pessoas, direta e indiretamente, e gerando 8% do PIB mineiro, inclusive com muitos projetos já norteados pelos princípios ESG”.

FIEMG realiza pesquisa e comprova a importância do setor da mineração na recuperação de Minas Gerais 

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) procurou realizar, de forma secreta, entrevistas com moradores de municípios da região da Serra da Moeda, ligados às atividades de mineração: Moeda e Itabirito. Os resultados da pesquisa mostram o que os especialistas já discutiam em relação à recuperação do estado: o setor da mineração vem sendo essencial para o desenvolvimento social e econômico na região, com uma oferta maior de empregos sendo disponibilizada aos moradores. 

Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, comentou acerca da pesquisa e da importância de desenvolver projetos voltados à mineração e ao desenvolvimento socioeconômico da região, afirmando que “São dados que evidenciam que Minas Gerais não pode virar as costas para os benefícios que projetos responsáveis e equilibrados do ponto da sustentabilidade, em suas três vertentes, econômica, social e ambiental, proporcionam a todos”.

Assim, o que se espera é que o governo do estado perceba a importância desses projetos e não conte com a mineração apenas em momentos de crise e recuperação econômica, mas possa investir ainda mais no desenvolvimento desse setor na região.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.