Início Produção de minério de ferro da Vale cresce 6,5% em Minas, mas ainda apresenta queda na produtividade




Produção de minério de ferro da Vale cresce 6,5% em Minas, mas ainda apresenta queda na produtividade

julho 22, 2022 às 4:41 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
minério de ferro
Minério de ferro (Reprodução: divulgação)

A produção de minério de ferro da Vale não foi o suficiente para manter o desempenho da mineradora no primeiro semestre de 2022. 

No total, a Vale registrou 137,2 toneladas nos primeiros seis meses do ano, o que rendeu uma queda de 3,7% em comparação ao mesmo período de 2021 (142,5 milhões de toneladas). Apesar disso, em Minas Gerais, foram registradas 60,4 milhões de toneladas no período, o que resultou em uma alta de 6,5%.

Além da queda de 10,5% no volume correspondente ao Sistema Norte, ocasionado pela sazonalidade climática, a venda do Sistema Centro-Oeste também influenciou no resultado da Vale. Diante a situação, a Vale revisou para baixo o guidance, e agora tem expectativa de produção de 230 a 230 milhões de toneladas de minério de ferro para 2022.

Somente no segundo trimestre do ano, a mineradora produziu 74,1 milhões de toneladas de minério de ferro. A produção apresentou uma queda de 1,2% frente à mesma época de 2021. Por outro lado, os Sistemas Sudeste e Sul, tiveram 35 milhões de toneladas produzidas, equivalente a uma alta de 12,9%

Em geral, a comercialização do minério de ferro pela Vale somou 116,6 milhões de toneladas nos seis primeiros meses do ano. Posteriormente, o segundo trimestre de 2022 registrou a produção de 64,3 milhões de toneladas. Em comparação ao período homólogo, houve uma baixa de 2,3¨entre o trimestre, e de 5,8% entre os semestres.

Sistemas Sudeste e Sul garantem produção

A Vale informou no seu balanço operacional que os números gerais foram afetados principalmente pelo sólido desempenho dos Sistemas Sudeste e Sul, durante a seca. Além disso, ela também informou que a estimativa para o acumulado ainda está alinhada com a filosofia de volume over volume.

Somente no Sistema Sudeste, que compreende as mineiras de Minas Centrais, Itabira e Mariana, a Vale produziu 34,5 milhões de toneladas no primeiro semestre de 2022. Frente ao mesmo período de 2021, foram 31,5 toneladas (9,3%). No primeiro trimestre, foram 19,5 milhões de toneladas, um aumento de 8,3% sobre o período homólogo.

Ainda conforme a Vale, as melhorias no desempenho do Sistema Sudeste são atribuídas a maior produção de Brucutu de diversos produtos a serem concentrados em plantas de beneficiamento chinesas. Além disso, a maior produtividade do Complexo Itabira, que reavaliou as soluções de rejeitos, e a melhoria da produção de Timbopeba, após fortes chuvas, garantiu uma melhor performance operacional da Vale.

Além disso, o Sistema Sul, que corresponde às minas de Vargem Grande e Paraopeba, garantiu uma produção de 25,9 milhões de toneladas ao insumo siderúrgico para a Vale, somente em 2022. O número representa um aumento de 3,1% para a mineradora. Posteriormente, no último trimestre, foram 15,4 milhões de toneladas de minério de ferro produzidas. Dessa forma, é equivalente a um aumento de 15,1% sobre os 13,4 milhões de toneladas do segundo trimestre do ano anterior.

Mineração Vale Verde abre vagas para Caíbras AL, oferece trabalho efetivo e vantagens, confira!

Em nota, a Vale declarou sobre o ocorrido: “Após ser profundamente impactado pelas fortes chuvas no primeiro trimestre, o nível de produção no Sistema Sul melhorou, impulsionado pela melhor performance em todas as operações, principalmente em Vargem Grande e Mutuca, e pelo aumento na compra de terceiros”.

Por fim, a produção de pelotas da Vale totalizou 15,5 milhões de toneladas nos seis primeiros meses de 2022, comparado aos 14,2 milhões de toneladas de minério de ferro do ano anterior. O aumento ocorreu devido ao crescimento da disponibilidade de pellet feed na planta Vargem Grande.

Relacionados
Mais recentes