Sunday, 25 de July de 2021

Publicidade

Os minérios da ficção sendo utilizados em nossas vidas

Os minérios da ficção sendo utilizados em nossas vidas

Os escritores ao entrarem no processo de criação de mundos e universos fictícios, eles pensam de forma ampla buscando dar fundamento às histórias que criam, assim como dar “vida” aos personagens, países, planetas, continentes, culturas, etnias e etc.

Há escritores que pensam em ir além e acabam por incorporar elementos, minérios e outras substâncias no processo de criação, fatos que possuem papel fundamental nas tramas. Porém, qual seria o papel das substâncias “fictícias” em nossas vidas? Continue conosco até o fim deste artigo e confira!

A grande importância dos Minérios no nosso cotidiano

O minério é uma mistura de materiais ricos em determinado mineral ou elemento químico que é economicamente e tecnologicamente viável para a extração. Em nosso cotidiano, o contato que possuímos com os materiais nos mostram o quão importante são os minerais e a mineração em nossas vidas.

Unobtainium

Na Literatura, o Unobtainium é uma denominação utilizada de forma frequente para se referir a qualquer material que possui propriedades formidáveis únicas, especiais e ou impossíveis de conseguir observar na realidade. Unobtainium significa “Impossível de se obter” (em inglês, unobtainable). Esse é o mesmo nome em que James Cameron batizou o metal precioso da Lua do Planeta Pandora em Avatar (2009).

Exemplos de minérios da ficção e como poderiam ser implantados em nossa realidade

Especialmente nos Cinemas e HQs temos inúmeros exemplos de materiais que possuem propriedades únicas. A caracterização tecnológica desses materiais indica aplicações industriais. Confira os exemplos abaixo:

  • Vibranium

O Vibranium é um metal que apresenta características especiais e diferentes de qualquer outro material, o mesmo absorve energia ao invés de conduzir e é considerado um dos materiais mais resistentes do universo. Nos cinemas e também nos quadrinhos, sua fama se dá devido ao fato de que o Vibranium é um dos componentes que constituem o escudo do Capitão América. No Universo Marvel, as grandes reservas de Vibranium se encontraram no país africano de Wakanda, terra natal do Pantera Negra. A origem das reservas está ligada à queda de um meteorito. Sua utilidade é atrelada justamente à capacidade de absorver energia. Esse material, se fosse real, poderia ser utilizado em revestimento de carros e também em equipamentos de proteção bélicos, além de também poder ser utilizado na construção civil na preparação de estruturas que não sucumbam a terremotos.

  • Dilithium

Mineral que ao ser submergido a campos magnéticos de alta frequência determina as reações químicas e físicas entre matéria e antimatéria. Através dessas reações é produzida então energia que é utilizada para as naves ultrapassarem a velocidade da luz. No universo de Star Trek, o Dilithium sempre está presente nas naves espaciais, inclusive na Enterprise. O mineral só poderia ser encontrado na natureza a princípio, mas como vemos em Star Trek: The Next Generation, já é possível produzir a versão artificial do material mesmo que a versão de laboratório se mostre menos resistente.

O Dilithium se fosse real poderia ser utilizado para propulsar naves, foguetes e jatos. Interessante, não é mesmo?

  • Mithril

Metal de extrema preciosidade (referência ao termo “meu precioso”), raro, brilhante e mais resistente que o aço, mais leve que o alumínio e que nunca se oxida. O Mithril surge na trilogia de “O Senhor dos Anéis” e em “O Hobbit” como um dos principais minérios explorados pelos anões. Esse material é empregado em jóias, armas e equipamentos na Terra Média devido a sua resistência e leveza, uma das cenas mais marcantes dessa trilogia é quando Frodo recebe a malha deste material do seu tio Bilbo. Esse material, se fosse real, seria bem utilizado na metalurgia e na indústria e poderia também ser utilizado na confecção de equipamentos bélicos e de proteção, assim como coletes à prova de balas e EPIs.

  • Unobtainium (Minério)

O Unobtainium é um material que age como um supercondutor em temperatura ambiente, adquirindo propriedades diamagnéticas (Efeito Meissner). A utilização desse material é a solução para a crise energética no mundo, assim como o Dilithium ele também era utilizado nos propulsores das naves espaciais. A maior jazida do minério se encontra na Lua do Planeta Pandora. Na vida real ele seria utilizado como um super condutor ideal para conduzir eletricidade por grandes distâncias e então minimizar prejuízos.

Gostou do nosso artigo? Que tal deixar para nós um feedback com sua opinião nos comentários? Sua opinião é muito importante para nós! Até mais!

Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.