Início Levantamento da FIEMG aponta que Minas Gerais é responsável por 40% da produção mineral do Brasil, sendo referência no setor de mineração




Levantamento da FIEMG aponta que Minas Gerais é responsável por 40% da produção mineral do Brasil, sendo referência no setor de mineração

agosto 3, 2022 às 6:52 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
produção mineral do Brasil
Produção mineral do Brasil (Reprodução: divulgação)

A produção mineral do Brasil está bem representado. Isso porque o estado de Minas Gerais possui uma grande influência nesta indústria e, consequentemente, para o PIB do país. Somente em 2020, o saldo da balança comercial do segmento superou a marca de 9,3 milhões de dólares.

Conforme um levantamento realizado pela Federação das Indústrias (FIEMG), cerca de 40% da produção mineral do Brasil é oriundo de Minas Gerais, especialmente a extração de minério de ferro. Dessa forma, o estado demonstra ser um pilar da economia para o setor da mineração.

Tal commodity, que é a principal matéria-prima do aço, é essencial para a fabricação de uma infinidade de produtos que fazem parte do dia a dia da população, fundamental para a promoção da saúde da população brasileira. Entre os exemplos temos automóveis, estruturas das estradas, viadutos, utensílios domésticos, material hospitalar, entre outros. Tudo que vem da produção mineral do Brasil.

Além disso, o setor da mineração brasileira ainda é responsável por uma infinidade de outros produtos, tais como aviões, canetas, computadores, pen-drives, bicicletas e uma dezena de outros produtos disponíveis no mercado, inclusive na indústria farmacêutica.

Outro apontamento da FIEMG revela que 69% de tudo o que é produzido em Minas Gerais na indústria extrativa é exportado para a China. Neste sentido, as mais de 1.800 empresas de mineração situadas em Minas Gerais são responsáveis pela geração de mais de 64 mil empregos.

FIEMG: produção mineral do Brasil

Reprodução: Canal FIEMG

Setor da mineração busca sustentabilidade

Tiago Rodrigues Cavalcanti, gerente de Meio Ambiente da FIEMG, aponta que a exploração dos recursos naturais sustentados no bem estar do meio ambiente, é uma realidade e está enraizado no setor de mineração, que busca contribuir significativamente para a proteção da biodiversidade no Estado de Minas Gerais. Atualmente, o setor minerário passa por um processo de licenciamento ambiental longo, que possui muitas exigências.

Além disso, ele aponta que segundo um levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), existem mais de 30 mil normas ambientais em vigor no país que estão relacionadas ao processo de licenciamento ambiental. Somente no estado de Minas Gerais, cerca de mil normas relativas aos processos de regularização ambiental existem atualmente.

Neste sentido, ele também aponta que os empreendimentos minerários só podem operar em Minas Gerais após cumprir diversos requisitos e padrões ambientais instituídos pela legislação ambiental federal e estadual. Atualmente, a mineração sustentável deve passar pelo processo de licenciamento ambiental, e deve manter o sistema desta maneira, para sempre cumprir os padrões da legislação ambiental.

Leia mais: Empresa Aura Almas, gigante no setor da mineração sul-americana, está com oportunidades para Técnico de Segurança do Trabalho e Almoxarife no Tocantins.

Setor de mineração sofre pequena queda em Minas Gerais

Cerca de 77% do faturamento da produção mineral do Brasil parte das mineradoras que atuam nos Estados de Minas Gerais e Pará. Entretanto, no último semestre, o setor amargou quedas de 26% e 37%, respectivamente. Entretanto, por ter visto as receitas caírem menos do que as do ano passado, Minas Gerais recuperou o pódio no setor, conforme dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram).

Durante os seis primeiros meses de 2022, as empresas que atuam em Minas Gerais faturaram R$ 45,2 bilhões frente a R$41,4 bilhões das empresas que atuam no Pará, com produção mineral do Brasil. Como comparativo, no mesmo período de 2021, a situação era inversa, onde as operações do Pará marcaram R$65,4 milhões e as de Minas, R$61,4 bilhões.

Conforme a Vale, a queda ocorreu devido ao aumento das exportações de minério de ferro produzido em Minas Gerais, que alavancaram no segundo trimestre de 2022. Por isso, na comparação entre o primeiro trimestre deste ano, o faturamento de Minas no setor de mineração teve retração de 19% no segundo trimestre, comparado ao trimestre anterior.

Relacionados
Mais recentes